segunda-feira, 25 de outubro de 2010

DILMA E PT QUEREM CALAR CATÓLICOS



Coligação pediu retratação de padre que pregou contra aborto
A coligação da candidata petista à Presidência, Dilma Rousseff, entrou nesta sexta-feira com uma representação no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) pedindo direito de resposta de 15 minutos na TV Canção Nova, ligada à Igreja Católica. Na última terça-feira, em uma homilia transmitida ao vivo, um padre pediu aos fiéis que não votassem em Dilma no segundo turno, entre outros motivos porque o PT seria a favor do aborto. Segundo a representação, o padre também acusou Dilma e o partido de pretenderem aprovar leis contra a liberdade religiosa e de expressão, além de serem capazes de pôr em risco a vida do religioso. A relatora do processo é a ministra Nancy Andrighi.
A polêmica em torno da defesa do aborto foi apontada como a possível responsável pela perda de votos da candidata petista na reta final do primeiro turno. Após a definição de que haveria segundo turno, Dilma tem tratado do assunto várias vezes, sempre destacando ser contra o aborto. É uma posição diferente da que já tomou no passado, quando defendeu tratar a questão como um caso de saúde pública.
Fonte:globo.com 

Padre Léo também já falava contra o PT.


“Se Jesus não ocupar o centro da sua vida, não se diga católico!”

“Porque se for para ser católico como se diz católico o senhor presidente da república, é melhor ir viver nos quintos dos infernos, porque é pra lá que tá mandando…”

…olha que no tempo em que Pe. Leo era vivo nem era época de eleição, então não foi homilia partidária!!

Nenhum comentário:

Postar um comentário