terça-feira, 21 de agosto de 2012

AMOR, INTENSO AMOR!



Que a paz do Senhor Jesus Cristo esteja com você, amigo leitor. Louvo a Deus pela sua vida, pois o Senhor o tem preservado e mantido, guardado e amado, mesmo sem você merecer. Você já pensou na profundidade desta frase tão simples? Amou-nos sem merecermos.
Um dos aspectos mais lindos do caráter de Deus é esse: o amor dEle não está condicionado à ausência de pecado. Ainda que eu e você tenhamos pecado e errado, Ele nos ama com a mesma profundidade e grandeza. Que Deus maravilhoso é o nosso! Creio que isso te incentiva a declarar como o salmista: “O teu amor é melhor do que a vida! Por isso os meus lábios te exaltarão” (Salmos 63.3).
Quando eu canto, não há como não me lembrar de que Deus é amor, que isso não é apenas uma virtude, mas é como ele é. Isso me alegra de tal forma que me esqueço de todas as minhas lutas e necessidades e simplesmente me entrego em profundidade na adoração. É maravilhoso!                       

                Aconselho você a tentar compreender um pouco mais sobre o amor de Deus. O apóstolo Paulo deixou um conselho aos cristãos a compreenderem “a largura, o comprimento, a altura e a profundidade, e conhecer o amor de Cristo que excede todo o conhecimento” (Efésios 3.18-19). Quando compreendemos isso, vemos que o amor de Deus é incondicional: não há nada que eu e você possamos fazer para merecer esse amor.
Embora Deus nos ame profundamente assim como nós somos, ele não deseja que permaneçamos assim. Ele irá de encontro aos nossos defeitos e maus costumes a fim de nos livrar deste comportamento autodestrutivo.
                Lembre-se sempre de uma coisa: mesmo quando não conseguimos “perceber” o amor de Deus, saiba que ele está presente. Não se abale e descanse na certeza de que “Deus é amor”. Paulo nos escreveu que “nem a morte nem vida, nem anjos nem demônios, nem o presente nem o futuro, nem quaisquer poderes, nem altura nem profundidade, nem qualquer outra coisa na criação será capaz de nos separar do amor de Deus, que está em Cristo Jesus, nosso Senhor” (Romanos 8.38-39).
Sabendo disso tudo, tenha liberdade para louvar e adorar ao Senhor com todo o seu coração. 
               Por mais dura que seja a luta ou triste a sua situação, adore ao Senhor, sabendo que ele, por seu amor, é socorro bem presente no tempo da angustia! Adore em todos os momentos!

Deus abençoe a cada um e até a próxima, se o Senhor nos permitir!

Nenhum comentário:

Postar um comentário