terça-feira, 9 de outubro de 2012

Adorando em todo o tempo



Que a paz do Senhor esteja com cada um de vocês, amigos leitores.
Este mês eu quero deixar de lado a análise que temos feito sobre os atributos de Deus, pois fui compelido pelo Espírito Santo apresentar um testemunho bem simples, mas que tenho certeza irá tocar em seu coração, e assim como fez comigo, te ensinará uma lição muito forte e, na próxima edição, se Deus nos permitir, voltaremos com o assunto que estamos estudando juntos.
Neste último dia 18, passou para a Eternidade nossa querida irmã Edna, digna esposa do meu amigo, pastor Francisco Jaildo Santana, pastor da Igreja Batista Sul e Diretor da FATEO - Bauru. Por ter acompanhado a luta dessa família contra uma enfermidade severa que afligia a irmã Edna, ao saber da notícia, muito doeu meu coração. Imediatamente, busquei ao Senhor em oração pela família que ficava, mas a dor parecia não querer ir embora. No dia seguinte, por estar trabalhando fora de Bauru, busquei informações sobre as atividades fúnebres e encontrei uma postagem do Pr. Francisco em uma página de relacionamento. Foi o momento que Deus falou comigo. O pastor louvava a Deus pelo fato de ter estado ao lado de sua amada esposa nos últimos momentos dela aqui nesta terra. A sinceridade daquelas palavras me atingiu de uma forma tão violenta ao mesmo tempo em que o Senhor falava ao meu coração: “Bendirás ao Senhor em todo o tempo”!
Naquele mesmo momento, a dor que eu estava sentindo desde o dia anterior quando soube do passamento da irmã Edna foi dissipada e pude entender o poder do louvor ao Senhor. Recordei-me do Salmo 34 onde em um dos versos o salmista declara “Bendirei ao Senhor em todo tempo; o seu louvor estará continuamente em minha boca”; não é nada fácil manter a postura de adorador no tempo da angústia, perda, luta e sofrimento Só consegue aquele que está intimamente ligado ao Deus vivo. O Senhor me trouxe a memória alguns momentos que já vivi que em nada se comparavam ao momento sofrido pelo Pr. Francisco, trazendo-me um constrangimento tão grande, que minha única saída foi reconhecer as minhas fraquezas e confessar que muitas vezes fui ingrato para com Ele ao deixar de bendizê-lo quando tudo me levava a desistir e voltar atrás. Embora eu tenha continuado firme na minha caminhada, o meu coração não bendizia ao Senhor em alguns momentos. O exemplo expressado pelo pastor Francisco ao deixar aquela declaração escrita na internet, me mostrou que, embora aos nossos olhos as coisas sejam terríveis e insuportáveis, nada nos separará do amor de Deus e de Seu cuidado. Romanos 8 deixa isso bem claro a todos nós: NADA PODE NOS SEPARAR DO AMOR DE DEUS. Agradeço a Deus pelo trabalhar que ele fez em minha vida nesta última semana, por abrir minha mente para compreendê-lo ainda mais. Embora venhamos chorar com as situações que nos advêm nunca devemos nos esquecer que em nossa vida, Deus sempre estará no controle de tudo. Ele sabe o que é melhor para cada um e como resolver cada situação.

Deixo aqui o meu carinho expresso para com o Pr. Francisco e sua família, bem como à toda a família Batista Sul pela perda irreparável, com a certeza de que Deus, assim como Ele me ensinou nestes últimos dias, consolará, através de Espírito Santo, cada coração.


Deus abençoe a cada um e até a próxima, se Ele nos permitir!

André Gustavo

Nenhum comentário:

Postar um comentário